se esta rua fosse minha…

alice_espelho

 

 
hoje parti um espelho.
um desafio à sorte, que me permite passar para o outro lado. ouso olhar para mim e encontro-me na rua da abundância. da velocidade imposta, da dependência absoluta, dos saberes dispersos, das armas disparadas, da natureza desprezada, das leis duvidosas…
se esta rua fosse minha, regava todos os dias o meu jardim! usava o ar parar respirar e viajar, o mar para mergulhar e pescar, o outro para amar, o trabalho para actuar. porque somos todos iguais na efemeridade. porque prisão maior é a da ignorância e da indiferença. porque se a originalidade pode estar em vias de extinção, a criatividade não.
desisto então de desvendar o mundo, para apenas me localizar nele.
olho ao espelho e estico o dedo: estou aqui.

 

  

 

 

 

.

“alice, através do espelho”

concept: rute carvalho | texto: mafalda martins

sábado, 3 de outubro, “se esta rua fosse minha”  [ver programa AQUI]

.

o homem de barbas

ovo3ovo1

 .

desce e explica-me porquê. porque te sonho se não existes. porque espero. desce e vem sonhar comigo. inventar novas incoerências. grita-me! não me deixes dormir. ensina-me a aceitar a generosidade dos dias. anda comigo. vamos retribuir todos os fins que nos permitem começar de novo. desce e vem. curtir a oportunidade de aqui estar. corre. mostra-me como se satisfazem os acasos não que acontecem. desce e dá-me a mão. oferece-me um futuro. se não desceres, subo eu.
 .

 .

|    mais um número sharemag    |   os vídeos do paulo e do fil para a queimadojudas    |   as imagens do último impressoimproviso   |   o circuit-bending do pipa    |     o governo cantado pelo valter e desenhado pelo esgar   |   um boato que é verdade e é um site   | 

 .