violentamente bom

.

a vida é demasiado curta para andar metida no bolso. para ficar contida no riso ou no choro, no grito ou no palavrão. demasiado breve para se perder nas hipóteses. para não ser experimentada ao pormenor. a vida é demasiado efémera para ficar dobrada na gaveta. para ser gasta em contemplação. demasiado rápida para ser poupada. para ser defendida dos excessos. a vida é demasiado entrelaçada para ser explicada com coerência. para ser analisada em números. demasiado rica para imobilizar opções. para ser deixada à sorte. a vida é demasiado valiosa para ser desperdiçada. para não ser esmiuçada no amor e na emoção. demasiado habitada por pessoas para cair em solidão. para ser evitada. a vida é demasiado cruel para ser recebida com tolerância. para ser sentida sem revolta. demasiado cheia para ser vivida na ignorância. para ser dividida com a indiferença. a vida… é demasiado! por ser o equilíbrio no limiar da loucura. por ser a intensidade que bate a leveza. por ser o nosso compromisso maior.

projecto na-idade-dos-porquês

evento Colectiva de Primavera +

local/data Póvoa de Varzim, 2008

+ projectos

Anúncios

10 comentários

  1. bonitas palavras, sentires…:)

    bjinhos

  2. boneca

    gostei muito deste post. acho que sempre pensei assim, mas nem sempre tive coragem de concretizar.eu pensava que sim, que já tinha um ‘quinhão’ de vitórias das quais me pudesse gabar e sustentar esse meu lado corajoso, de quem não arruma a vida no bolso e a esquece lá dentro só porque pensa que está bem guardada. mas agora a batalha é muito maior e sinto-me fraca. nem sequer consigo encontrar a minha vida no meu bolso… tem-la? por favor, alguém que encontre a minha vida e ma traga de volta…

  3. Ana

    “a vida é demasiado curta para andar metida no bolso. ” basta esta frase. bonito elogio à vida :)

  4. Que bonito Mafs… Adoro ler-te mais e mais! Beijo primaveril!

  5. sirob

    Two Songs

    1.

    Sex, as they harshly call it,
    I fell into this morning
    at ten o’clock, a drizzling hour
    of traffic and wet newspapers.
    I thought of him who yesterday
    clearly didn’t
    turn me to a hot field
    ready for plowing,
    and longing for that young man
    pierced me to the roots
    bathing every vein, etc.
    All day he appears to me
    touchingly desirable,
    a prize one could wreck one’s peace for.
    I’d call it love if love
    didn’t take so many years
    but lust too is a jewel
    a sweet flower and what
    pure happiness to know
    all our high-toned questions
    breed in a lively animal.

    2.

    That “old last act”!
    And yet sometimes
    all seems post coitum triste
    and I a mere bystander.
    Somebody else is going off,
    getting shot to the moon.
    Or a moon-race!
    Split seconds after
    my opposite number lands
    I make it–
    we lie fainting together
    at a crater-edge
    heavy as mercury in our moonsuits
    till he speaks–
    in a different language
    yet one I’ve picked up
    through cultural exchanges…
    we murmur the first moonwords:
    Spasibo. Thanks. O.K.

    Adrienne Rich

    Como um dia nos deram. Lá estarei.

  6. que bonito maf!!! beijinhos

  7. Mas não mostras a cara porque não gostas (de mostrar, claro), ou porque não queres!?!?!? LOL

    Até Sábado;).

  8. :) Gosto quando dizes “a vida… é demasiado!”. Acho que é tão simples quanto isso. Podes adaptar-lhe qualquer ideia a seguir.

    Esta imagem está fantástica! Muito gostas tu de mostrar o pescoço. Eheh. Beijinho.

  9. eu tou cumó outro: não sei se a vida é pouca ou demais pra mim. belo texto mafarrica. eu ainda não cheguei a conclusões, mas pra lá caminho. biju

  10. emquedalenta

    a vida é demasiado boa, e se é violenta, é para percebermos que estamos vivos. bom para nos tirar da monotonia!
    Concordo violentamente contigo :)

    Paulo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s